Fechar
Início do Conteúdo Principal

Tangerina Kinkã

Tangerina KinkãNome científico: Citrus japonica ou Fortunella japonica
Nome popular: Kunquat (palavra no dialeto cantonês, da China, que significa literalmente “tangerina dourada”)
Família: Rutaceae
Características gerais: Planta nativa do sul da Ásia e da região Ásia-Pacífico, cujas primeiras referências históricas aparecem na literatura chinesa do século 12. Na China, o fruto é chamado chin kan, ou chin chin, e é produzido comercialmente em pequena escala. É comum no Japão, onde é muito apreciado e chamado de “fruta da felicidade”. A planta tem sido cultivada também na Índia, em Taiwan, nas Filipinas e no sudeste asiático, também em bonsai. Foi introduzida na Europa em meados do século 19 e logo em seguida na América do Norte. Tem porte reduzido, de 2,5 a 4,5 m de altura, com ramos densos, eventualmente com pequenos espinhos. As folhas têm cor verde-escuro brilhante e as flores são brancas, similares às de outros citrus, e nascem nas axilas das folhas. Dependendo de seu tamanho, a planta produz centenas e até milhares de frutos por ano.
Variedades  e usos: as principais variedades são: kunquat redondo, também denominado “Marumi kumquat” ou “Morgani kumquat”, sendo o mais cultivado em razão de sua resistência ao frio e cujos frutos são utilizados principalmente em doces e geleias; kunquat oval (Citrus margarita ou Fortunella margarita), cujo fruto é normalmente consumido inteiro, com casca; e Jiangsu kunquat (Citrus obovata ou Fortunella obovata), cujo fruto pode ser consumido in natura ou utilizado em doces e geleias. O óleo essencial da casca do kumquat é rico em limoneno (93%). Os frutos medem de 1,8 a 2,5 cm de diâmetro e 3 a 4 cm de comprimento, têm casca de cor alaranjada forte ou até dourada, com glândulas de óleo; têm poucas sementes; suco adocicado, mas com aroma forte, pouco sucoso, levemente ácido, com 4 a 5 segmentos. Vendido como fruta exótica no mercado paulista, o kumquat é muito apreciado pela colônia japonesa e utilizado na culinária. O fruto tem casca de cor alaranjada e fina, com glândulas de óleo, que pode ser comida junto com a polpa, separando-a das pequenas e poucas sementes.
Propagação: assim com outros citrus, o kunquat não se propaga bem a partir de sementes, mas sim por meio de enxertia.

Fonte: http://www.todafruta.com.br/kumquat-kinkan/

Outras Mudas - Plantas Frutíferas