Fechar
Início do Conteúdo Principal

Espatódea

EspatódeaNome Científico: Spathodea campanulataNomes Populares: Tulipeira, Árvore-de-bisnagas, Árvore-de-tulipas, Bisnagueira, Espatódea, Tulipeira-africana, Tulipeiro-africanoFamília: BignoniaceaeCategoria: ÁrvoresÁrvores OrnamentaisClima: EquatorialSubtropicalTropicalOrigem: ÁfricaAltura: 9.0 a 12 metrosacima de 12 metrosLuminosidade: Sol PlenoCiclo de Vida: PereneA tulipeira é uma árvore de crescimento rápido e efeito muito ornamental. Seu porte é médio, podendo atingir 24 metros. Na África, seu local de origem, pode-se observar exemplares com até 30 metros de altura. O tronco apresenta um diâmetro de 30 a 50 cm, a madeira é clara e mole e a casca fina e suberosa. As folhas são grandes, opostas e são compostas por numerosos folíolos (4 a 19) alongados e oval-lanceolados. A primeira floração ocorre quando a árvore apresenta apenas 3 a 4 anos. As flores são vermelho-alaranjadas ou amarelas, de acordo com a variedade e surgem de inflorescências terminais, com botões numerosos que abrem-se sucessivamente, garantindo uma longa floração. O período de floração varia com a localidade onde a planta se encontra. Os frutos se assemelham a vagens e contém numerosas sementes aladas, que se dispersam com o vento. A tulipeira é uma árvore de copa densa e muito rústica, indicada para espaços que requerem árvores de rápido crescimento, como em locais erodidos, parques e jardins públicos. Não devem ser plantadas em calçadas ou próximas à construções e tubulações, pois suas raízes são muito agressivas. Sua beleza é evidenciada quando plantada isolada em extensos gramados bem cuidados. Apesar de as flores atraírem abelhas e beija-flores, elas são consideradas venenosas para estes e outros animais, por possuírem alcalóides tóxicos. Devem ser cultivadas sob sol pleno, em solo fértil, bem drenado, e enriquecido com matéria orgânica. Árvore tipicamente tropical, não se adapta a países de clima frio. Multiplica-se por sementes e estacas que germinam com facilidade. Devido à sua grande capacidade reprodutiva, a tulipeira pode tornar-se invasiva em determinadas situações.  Fonte: http://www.jardineiro.net/plantas/tulipeira-spathodea-campanulata.html

Outras Mudas - Plantas Ornamentais