Fechar
Início do Conteúdo Principal

Ingá

IngáNome Científico: Inga edulis Mart.
Nomes populares: Ingá-cipó, ingá-macarrão, ingá-torcido, ingá-cobra ou ingá-rabo-de-macaco.
Família Botânica: Fabaceae-Mimosoideae
Distribuição Geográfica e Habitat: Brasil, Argentina, Belize, Caribe, Colômbia, Costa Rica e Equador. No Brasil, ocorre preferencialmente na Floresta Ciliar ou Galeria, Floresta de Várzea, Floresta Estacional Semidecidual, Floresta Ombrófila Densa, Restinga e colonizando áreas antrópicas. 
Características Gerais: A árvore pode alcançar 25m de altura e é originária da Amazônia.
Tronco: é esverdeado passando a cinzento, com superfície lisa com ocasionais rachaduras na casca; este mede 20 a 60 cm de diâmetro. A copa é como guarda-chuva e baixa e os galhos da ponta podem atingir o chão.
Folhas: possuem cerca de 6 a 8 folíolos unidos a uma haste folhosa com pilosidade e de coloração ferrugíneo-tomentosa. Com glândulas produtoras de substancia açucarada, interpeciolares (entre os pecíolos). Cada folíolo mede 4 a 12 cm de comprimento por 3 a 6 cm de largura, quando jovens os folíolos são pubescente (com pequenos pelos) tornado-se glabros ou lisos quando mais velhos e facilmente identificados por serem discolores. A folha tem textura cartácea (semelhante a cartolina) e forma oblonga (mais longa que larga) com base arredondada e ápice ou ponta aguda (que termina numa ponta).
Flores: são aglomeradas com coloração branco-esverdeada e florescem praticamente o ano todo. As flores nascem na região superior do pedúnculo ou haste que surge nos brotos terminais, contendo 7 a 15 flores brancacentas, com uma bráctea (tipo de folha modificada) com 2 cm de comprimento esverdeada e cálice (invólucro externo) inteiro ou com base de forma tubular, com corola (invólucro interno) com tubo de 1 a 2 cm de comprimento com superfície meio velutina.
Frutos: tem a forma de uma vagem comprida, tomentosa e caneladas, medindo 25 a 100 cm de comprimento e com diâmetro de 2 a 4 cm, de coloração verde e dentro dela encontram-se as sementes envolvidas por um arilo, o qual é comestível.
Clima e Solo: Apesar de suportar temperaturas baixas e ventos frios esta espécie é seriamente danificada por geadas com temperatura abaixo de zero graus. Planta de crescimento moderado onde o clima é subtropical, ou de crescimento rápido em regiões tropicais. Aprecia qualquer tipo de solos com boa fertilidade natural, que sejam profundos e mantenham boa umidade.
Usos: Os frutos são deliciosos e muito refrescantes para serem consumidos ao natural, principalmente se forem deixados na geladeira por algumas horas. A madeira pode ser usada para caixotaria e para lenha e carvão. A árvore é ornamental e ótima para recuperar solos degradados ou erosivos, e pode ser cultivada com sucesso em praças e parques.
Curiosidades: É polinizada principalmente por morcegos. Os morcegos Glossophaga soricina visitam suas flores. A dispersão é realizada pela fauna. Ingá-cipó vem do Tupi, e significa ”sementes ensopadas ou empapadas” pelo fato se ter uma polpa molhada envolvendo as sementes.
Propagação: Por sementes. Sementes alongadas, verdes, de casca delicada e recalcitrantes (perde o poder germinativo em 10 dias). Porcentagem de germinação: alta. Emergência: entre 7 e 12 dias. Tempo para a produção das mudas: 4 a 5 meses. Sementes/kg: 565 unidades.
Fonte: LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Vol. 2, 3. Ed.  Nova Odessa, SP; Instituto Plantarum, 2009. 384 p.

Fonte: http://www.todafruta.com.br/inga-cipo/

Outras Mudas - Plantas Frutíferas