Fechar
Início do Conteúdo Principal

Amora Preta

Amora PretaNome científico: Morus nigra L., Morus alba L.
Nome popular: Amora
Família botânica: Moraceae
Características gerais: A amora é originária da China. As duas citadas espécies, desde que foram introduzidas no Brasil, tornaram-se frutas comuns em fundos de quintal e na criação de bicho-da-seda. Porém, raramente são encontradas no mercado, apesar do valor e da qualidade de seus frutos. São também chamadas de amoras silvestres, mas estas são de uma espécie diferente (Rubus fruticosus L.). As amoras negras são muito utilizadas na culinária e na confecção de geleias, suco e vinho, pelo seu valor e pela facilidade de processamento por não ter sementes, o que resulta em alta porcentagem de aproveitamento de seus frutos. A amora usada para criar o bicho-da-seda é a branca.
Os frutos das amoras são do tipo infrutescência, com cerca de 2 a 3 cm de comprimento e cor vermelho-escura, até negra, sendo um conjunto de pequenas drupas, cada uma com uma semente. Sua qualidade média é a seguinte, em 100 g de polpa do fruto: 60 kcal, 12 % de açúcares, 1 g de proteína, 0,2 g de gorduras, 2 g de fibras.
Há duas espécies, a amora-negra e a amora-branca. Não há variedades selecionadas de amora, embora sejam encontrados dois tipos de amora-negra, um de frutos maiores e outro de menores, estes os mais utilizados. Outros tipos citados são quanto à forma da sua folha lobada, laciniada e dentada. Pela sua propagação por estacas, as plantas de cada tipo são muito uniformes, o que resulta em frutos também uniformes.
Por sua perecibilidade, os frutos devem ser processados logo após a colheita, e esta deve ser feita com cuidado e com armazenagem em caixas pequenas, para não danificar os frutos.
Fonte: DONADIO, L.C.; ZACCARO, R.P. Valor nutricional de frutas
VALOR NUTRICIONAL DA AMORA
Vitaminas – A – 20 a 50 mg, vitamina C – 22 mg.
Minerais – potássio – 321 mg, fósforo – 48, cálcio – 36 mg.
Os frutos, as folhas, as raízes e a casca da amora são utilizados pelo seu valor medicinal e cosmético. Como alimento, a amora é rica em vitaminas A, B1, B2 e C, além de antocianinas, que têm poder antioxidante. Os açúcares são em torno de 9% e a água, de 85 %. O ácido málico também está presente na amora, em torno de 1,86% em estado livre. Vários outros componentes fazem das amoras um fruto de alto poder medicinal, além de suas folhas também serem utilizadas em remédios caseiros.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS
Gosto de quatro coisas nas amoras. A amoreira pega de galho. Se você conseguir um galho da amoreira de alguém, plante-o que ele vai vingar. Exatamente como o salgueiro, só que bem mais devagar. Dê uma amoreira como presente de casamento, se o casal parecer estável. Um dos imperadores de Constantinopla chamou a região ao sul da Grécia de Morea por ter o formato de uma folha de amora, e moron é a palavra grega para essa fruta. Pelo menos essa é a história. Espero que seja verdadeira.
Fonte: GRIGSON, J. O. Livro das Frutas. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.
Fonte: http://www.todafruta.com.br/amora/

Outras Mudas - Plantas Frutíferas