Fechar
Início do Conteúdo Principal

Guabiroba

GuabirobaNome Científico: Campomanesia guaviroba (DC.) Kiaersk.
Nome Popular: Guabiroba, gabiroba, gabiroba-amarela, guaviroba, guabiroba-de-árvore, guabiroba-de-porco, guabiroba-do-litoral, guabirobão, guabiroba-preta, capoteira.
Família Botânica: Myrtaceae
Distribuição Geográfica e Habitat: Brasil, Argentina, Bolívia e Paraguai. Pode ser encontrada na Floresta Estacional Decidual, Floresta Estacional Semidecidual, Floresta Ombrófila Densa, Floresta Ombrófila Mista, no Cerrado e em ambiente Fluvial ou Ripário, em altitudes variando desde 50 metros no Estado do Rio de Janeiro e em Santa Catarina, a 1.000 m, no Paraná.

Características Gerais: Árvore de pequeno a médio porte, 5 a 8 metros de altura. Possui o tronco fendido longitudinalmente, com casca de coloração amarronzada, descamante.
Folhas: são cartáceas com nervura marginal pouco definida e margem subinteira, com pecíolo de 0,7-1,1cm, pubescente; lâmina 9,4-13,1cm x 3,1-5,7cm, elíptica a obovada, base atenuada, ápice acuminado, glabras em ambas faces, indumento presente somente na axila das nervuras secundárias na face abaxial.
Flores: com pedicelo de 2,6-6,2mm, piloso; botões 8,0-10,0mm x 8,0mm, globosos, pilosos somente na base, abertos; cálice com lobos triangulares, ápice agudo, glabros em ambas faces; hipanto pouco prolongado acima do ovário, glabro; ovário 10-locular.
Frutos são do tipo baga globosa, com polpa carnosa, comestíveis e saborosos, é, também, uma grande fonte de alimento para a fauna. São imaturos, verdes com 1,5 cm, pubescentes.
Clima e Solo: Pode ser encontrada em temperaturas entre 12,2 a 26,9 °C, chuvas uniformemente distribuídas, no Planalto Sul brasileiro, a periódicas, nas áreas restantes. O regime de precipitação pluvial média anual pode ocorrer desde 770 mm no Estado do Rio de Janeiro, a 3.200 mm, no Estado de São Paulo. Suporta geada. Se adapta em solos de origem basáltica, com fertilidade de média a alta, em solos úmidos e compactos de planícies, várzeas e solos de aclive suave.
Usos: Comestível. Pode ser usada para arborização de praças e jardins e também na recuperação de áreas degradadas de preservação permanente e restauração de ambientes fluviais ou ripários, por atrair animais.
Curiosidades: O nome genérico Campomanesia é em memória ao naturalista espanhol P. Rodrigues de Campomanes; o epíteto específico guaviroba vem do tupi guavi ou guabi (para comer fruta) e roba (amarga), que significa fruta amarga. É polinizada principalmente por abelhas e pequenos insetos. A dispersão dos frutos é zoocórica, notadamente pelo macaco bugio ou guariba (Alouatta guariba).
Fonte: Árvores Brasileiras – Lorenzi. Dicionário das Frutas, Donadio. Espécies arbóreas brasileiras, Carvalho.

Fonte: http://www.todafruta.com.br/guabiroba-ficha-tecnica/

Outras Mudas - Plantas Frutíferas